segunda-feira
20 de Fevereiro de 2017 - 15:25
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
“As mulheres têm de estar presentes na revolução tecnológica”
 
Destaque
Litoral luta contra prospeção de petróleo
 
AGENDA
Paulo Ribeiro apresenta novo álbum em Grândola
semana
 
Alqueva mostra-se em Paris ++
 
Executivo não divulga custo da RuralBeja, denuncia PS ++
 
Escola de Odemira volta a estar no pódio da reciclagem ++
 
Aprovada requalificação do Mercado Municipal de Serpa++
 
Moura assinala Semana do Idoso ++
 
Obras de Alqueva deixam estradas de Aljustrel em “estado calamitoso” ++
 
Lince ibérico Lítio regressa ao Vale do Guadiana ++
 
Encontros com a Dança em Mértola até novembro ++
 
Ordem dos Médicos de Beja debate A saúde e o interior” ++
 
Aljustrel prepara projeto “Cante à Mesa” ++
 
“Mar de Sines” vence prémio de “Melhor Filme Etnográfico” no Brasil++
 
Dia Europeu sem Carros em Aljustrel ++
 
“El País” e “Le Monde” rendidos a António Zambujo ++
 
Vinhos da costa alentejana envelhecidos no fundo do mar++
 
Documentário “Mar de Sines” mostra-se ao mundo ++
 
PS de castro acusa CDU de não querer baixar IRS no concelho++
 
Ana Moura atua em Sines no sábado++
 
José Cid e Marante nas festas de Beringel++
 
Associação alentejana Cultivamos Cultura representa Portugal na 1.ª Bienal de Design de Londres ++
 
Bejense António Vilhena será o único português em feira literária no Brasil++
 
 
 
 
 
Aljustrel prepara projeto “Cante à Mesa”
 
13-10-2016 15:59:18
  A     A     A  
 



O município de Aljustrel reuniu-se recentemente com gerentes de restaurantes locais, com o intuito de planear e programar o projeto “Cante à Mesa”, cujo intuito é “promover e divulgar o cante alentejano” Património Imaterial da Humanidade da Unesco. A iniciativa, explica a autarquia, decorrerá nos restaurantes do concelho e tem como objetivo “a divulgação informal do cante junto da população e de visitantes ocasionais, diversificando os locais tradicionais de divulgação desta arte e tornando este património cultural num ativo económico que contribua para o desenvolvimento local”. Depois de uma primeira ronda de reuniões “bastante produtiva”, com os estabelecimentos presentes a demonstrar “interesse em aderir ao projeto”, o município dinamizará uma segunda cobrindo os restantes que não puderam estar presentes. Uma vez que, conclui, “se pretende alargar o projeto ao maior número possível de estabelecimentos, pelo que os interessados deverão contactar o município para o efeito”.
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com