domingo
24 de Setembro de 2017 - 18:34
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Emanuel Garcês: Vai muito para lá do dinheiro a luta dos enfermeiros
 
Destaque
Querer é poder
 
AGENDA
Mostra de Artes de Rua anima Sines até amanhã
semana
 
Jerónimo de Sousa em Beja++
 
Sismo sentido em Barrancos++
 
Candidaturas para “Aldeia dos Sonhos”++
 
castro Verde participa na reunião da Rede Nacional de Reservas da Biosfera++
 
Santo André exige passagem pedonal++
 
Cebal promove “Um dia com …”++
 
Outeiro do Circo marca presença no Heritales++
 
Jornada do Património Cultural Imaterial do Alentejo ++
 
Autoridade Marítima alerta para cuidados com caravelas-portuguesas ++
 
Detetor de trovoadas instalado em Serpa++
 
Trabalhador morre em Odemira++
 
“Águas passadas” em exposição na EMAS++
 
 
 
 
 
Susa Monteiro ilustrou mapa da cidade de Beja
 
13-05-2016 16:01:18
  A     A     A  
 

Susa Monteiro, ilustradora bejense e colaboradora do “Diário do Alentejo”, foi convidada, pela Pato Lógico, para ilustrar um mapa da cidade de Beja, que faz parte de uma coleção que apresenta cidades do mundo para descobrir “pelos olhos, mãos e pés de ilustradores que as habitam”. E os primeiros volumes apresentados desvendam, assim, Beja e Edimburgo.

“Já tinha ilustrado um livro para a Pato Lógico e correu muito bem. Talvez o facto de residir em Beja possa ter influenciado a escolha dos editores, por ser uma cidade menos conhecida e turística”, começa por explicar Susa Monteiro, que não esconde, contudo”, que escolher 10 sítios, um Top 10 para apresentar a outros, nem sempre foi tarefa fácil.
“Alguns foram muito fáceis de escolher. Outros nem por isso. Tive de escolher sítios que o público pudesse visitar. Os meus sítios realmente preferidos de Beja são a minha casa e as casas dos meus pais. Alguns dos lugares que escolhi já não têm as características que os tornavam especiais, como as palmeiras no jardim do tribunal ou as árvores que cortaram no parque de merendas. Alguns locais não são interessantes para quem vem de fora, mas a escolha era inteiramente pessoal”, desvenda.
Mas afinal que sítios de Beja escolheu Susa Monteiro para ilustrar este mapa da cidade? “Escolhi a Casa da Cultura porque aqui se fazia, até este ano, o Festival de Banda Desenhada. A biblioteca por ser um espaço atrativo com dezenas de livros fantásticos. O castelo porque faz parte das nossas vidas, porque marca a silhueta da cidade. O largo do museu regional, porque é um dos sítios mais agradáveis e bem situados da cidade, e podia ser mais valorizado. A ciclovia, um sítio fantástico com a cidade de um lado e o campo do outro. O parque da cidade, o melhor sítio para passear em Beja. O jardim público, excelente para levar o almoço numa marmita e fazer um intervalo do trabalho”, explica. 
Mas há mais. A mouraria, que diz que “é o bairro mais bonito da cidade”, embora não concorde com alguns aspetos da intervenção que sofreu. O Pax Julia, por “ser uma bonita sala de espetáculos, com uma boa programação de cinema às terças-feiras”, o jardim do tribunal, por “ser um pequeno jardim com uma agradável esplanada”, a praça da República que, “embora gostasse mais como era antes”, continua a achar que é uma “linda praça”. E, por fim, a ermida de Santo André que, pelo olhar de Susa Monteiro, é “a igreja mais bonita de Beja”. 
A ilustradora gostaria que quem pegasse neste mapa e percorresse Beja pela primeira vez achasse que esta “é uma cidade mais bonita do que estava à espera”, que “é urbana, mas também rural. Que é mais atraente na primavera e no verão do que no inverno”. E que as pessoas pensassem ainda que “quem aqui mora tem muita sorte”, até porque “está plantada no meio da região mais bonita de Portugal”. BS
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com