quarta-feira
13 de Dezembro de 2017 - 09:29
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Cruz Vermelha de Beja coordena emergências no Sul do País
 
Destaque
Claudiu e Cristina: Estes miúdos vão dar que falar
 
AGENDA
A Doçaria Portuguesa – Sul vai ser lançado no Centro Unesco de Beja
semana
 
Cimbal promove ação de formação sobre “Código do procedimento administrativo”++
 
Santiago do Cacém constrói presépio tradicional ++
 
Beja acolhe seminário sobre certificação do pão++
 
“A Árvore dos Duendes das Palavras Mágicas” instalada em Moura++
 
XII Festival Bandas de Beja arranca na sexta-feira++
 
Feira da Vinha e do Vinho regressa a Amareleja de 8 a 10++
 
Espetáculo de Natal do Conservatório Regional ++
 
Um concerto para o Natal pelo Coro de Câmara de Beja ++
 
Mostra de Culturas no IPBeja++
 
GNR de Beja com novo comandante ++
 
GNR de Serpa vai ter novo posto++
 
Beja tem uma nova viatura de emergência e reanimação ++
 
 
 
 
 
Ana Paula Figueira apresenta novo livro dirigido a crianças
 
02-06-2014 11:31:36
  A     A     A  
 

Será que amanhã ainda me amas?, a última obra de autoria de Ana Paula Figueira, com ilustrações de Sónia Oliveira e editada pela Coisas de Ler, vai ser apresentada na próxima quarta-feira, dia 4, pelas 18 horas, na Livraria Bulhosa, em Entrecampos, Lisboa. A apresentação vai estar a cargo de Maria de Jesus Barroso Soares, presidente da Fundação Prodignitate – Fundação de Direitos Humanos, que chancelou a obra, e contará com a colaboração de Luísa Amaro, intérprete e compositora pioneira da guitarra portuguesa.

Será que amanhã ainda me amas? é o primeiro livro de uma coleção de quatro, ilustrados pela Sónia Oliveira, e dirigidos especialmente ao segmento 7-9/10 anos. Cada um dos livros aborda um tema diferente – o divórcio, a violência doméstica, o luto e a vivência com pais com doenças mentais – “desenvolvido na ótica da criança e considerado atualmente de enorme importância por variadas organizações com responsabilidade ao nível do crescimento, educação e proteção das crianças”, adianta a autora.

A coleção tem como objetivo “familiarizar a criança com o potencial problema, relatando-o mas procurando desdramatizá-lo e, especialmente, mostrar-lhe o caminho da solução, por forma a evitar o mais possível as perturbações inerentes. No fundo é valorizar a vertente pedagógica, em prol da inclusão, da coesão social e do desenvolvimento da criança”. Por isso, “ganhou a chancela da Fundação Prodignitate – Fundação de Direitos Humanos”.



 
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com