terça-feira
17 de Outubro de 2017 - 10:31
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
O “ser alentejano” é qualquer coisa que a razão dificilmente explica
 
Destaque
Baixo Alentejo apresenta a menor esperança de vida em Portugal continental
 
AGENDA
Secular Feira de castro regressa no fim de semana
semana
 
BA11 abre portas à população++
 
EMAS promove reflexão sobre alterações climáticas++
 
Prevenir e combater o bullying em Aljustrel++
 
IPBeja recebe alunos provenientes de 13 países++
 
Morte no IC1 ++
 
Furto de animais em Moura++
 
Tentativa de homicídio em castro Verde++
 
Teatro para todos na Casa da Cultura++
 
Fundação Multifida em Mértola++
 
Museus Rurais do Sul em colóquio++
 
Piruka, Virgem Suta e DJ Cristian F Animam Ruralbeja++
 
António Zambujo nomeado para um Grammy Latino++
 
 
 
 
 
Ana Paula Figueira apresenta novo livro dirigido a crianças
 
02-06-2014 11:31:36
  A     A     A  
 

Será que amanhã ainda me amas?, a última obra de autoria de Ana Paula Figueira, com ilustrações de Sónia Oliveira e editada pela Coisas de Ler, vai ser apresentada na próxima quarta-feira, dia 4, pelas 18 horas, na Livraria Bulhosa, em Entrecampos, Lisboa. A apresentação vai estar a cargo de Maria de Jesus Barroso Soares, presidente da Fundação Prodignitate – Fundação de Direitos Humanos, que chancelou a obra, e contará com a colaboração de Luísa Amaro, intérprete e compositora pioneira da guitarra portuguesa.

Será que amanhã ainda me amas? é o primeiro livro de uma coleção de quatro, ilustrados pela Sónia Oliveira, e dirigidos especialmente ao segmento 7-9/10 anos. Cada um dos livros aborda um tema diferente – o divórcio, a violência doméstica, o luto e a vivência com pais com doenças mentais – “desenvolvido na ótica da criança e considerado atualmente de enorme importância por variadas organizações com responsabilidade ao nível do crescimento, educação e proteção das crianças”, adianta a autora.

A coleção tem como objetivo “familiarizar a criança com o potencial problema, relatando-o mas procurando desdramatizá-lo e, especialmente, mostrar-lhe o caminho da solução, por forma a evitar o mais possível as perturbações inerentes. No fundo é valorizar a vertente pedagógica, em prol da inclusão, da coesão social e do desenvolvimento da criança”. Por isso, “ganhou a chancela da Fundação Prodignitate – Fundação de Direitos Humanos”.



 
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com