sábado
16 de Dezembro de 2017 - 20:52
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Bonecos de Estremoz são património da Unesco
 
Destaque
Jorge Freitas Branco: estudioso das culturas populares contemporâneas
 
AGENDA
Conservatório Regional do Baixo Alentejo celebra 20 anos
semana
 
Almoço de Natal para idosos e pensionistas de Aljustrel ++
 
Uma tonelada de azeitona apreendida em Baleizão ++
 
Projetos Volta de Apoio ao Emprego apresentados em Beja++
 
ACOS e Cebal finalistas de prémio do Crédito Agrícola++
 
castro Verde promove venda de natal com produtos a preços acessíveis++
 
Feira do Sótão e Artesanato em Serpa++
 
Trabalhadores da Somincor marcam terceira greve do ano++
 
Mértola aprova Plano Municipal Defesa da Floresta Contra Incêndios++
 
Conselho consultivo de Vidigueira++
 
Vidigueira promove atividades nas férias de Natal++
 
Ceia Solidária da Cruz Vermelha++
 
“Cantes de Natal do Alentejo” na Basílica de castro Verde++
 
 
 
 
 
Negociações na Somincor sem luz ao fundo do túnel
 
07-12-2017 11:14:41
  A     A     A  
 

O Sindicato dos Trabalha-dores da Indústria Mineira (STIM) apresentou um novo pré-aviso de greve para as minas de Neves-Corvo, para os dias 22, 27 e 28 deste mês. O presidente do conselho de administração da Somincor diz-se “surpreendido e dececionado” com a decisão dos trabalhadores.

Michael James Welch, presidente do conselho de administração da Somincor, considera que o anúncio da greve por parte do STIM “não reflete com precisão o resultado das reuniões tidas entre a Somincor” e os representantes dos trabalhadores, nas quais “foi alcançado um acordo sobre uma ‘posição de princípio’ relativamente a um horário para os trabalhadores de fundo da mina”.
Luís Cavaco, dirigente sindical, confirmou ao “Diário do Alentejo” as conversações com a direção da empresa, mas recusa ter-se chegado a um acordo, uma vez que “os trabalhadores em plenário” é que “têm a última palavra” e continuam à espera “de mais informação” por parte da empresa.
Michael Welch, em comunicado, acrescenta, também, que a administração avançou com “propostas relativas à idade da reforma dos trabalhadores [das lavarias] não abrangidos pelo sistema de reforma aplicável aos trabalhadores de fundo da mina”, propostas essas que, considera o administrador, “constituem um valor considerável para esses trabalhadores”.
Luís Cavaco desvaloriza a proposta que, diz, “a ser aceite pelos trabalhadores, os levaria a receber uma reforma pouco acima do ordenado mínimo nacional” e obrigava a um período de alguns anos a receber subsídio de desemprego com um corte significativo no vencimento.
Esta é o terceiro pré-aviso de greve que o STIM apresenta nos últimos três meses, após um período de 14 anos de paz social na empresa.
Os trabalhadores reivindicam o “fim do regime de laboração contínua no fundo da mina” e a “humanização dos horários de trabalho”, o “estabelecimento de um protocolo entre a empresa e a Segurança Social que permita a antecipação da idade da reforma dos trabalhadores das lavarias, pastefill e backfill e central de betão” e a “progressão nas carreiras”.
O presidente do conselho de administração da Somincor, uma empresa subsidiária do grupo canadiano Lundin Mining Corporation, diz que a empresa “responde sempre às necessidades” dos seus funcionários e tem como objetivo “proporcionar salários e benefícios que estão entre os melhores do País”.
No entanto, Michael Welch considera que é necessário garantir “a competitividade a longo prazo” da operação e “a sua posição como principal empregador e contribuinte para a economia regional e nacional”. AF
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com