sábado
16 de Dezembro de 2017 - 20:52
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Bonecos de Estremoz são património da Unesco
 
Destaque
Jorge Freitas Branco: estudioso das culturas populares contemporâneas
 
AGENDA
Conservatório Regional do Baixo Alentejo celebra 20 anos
semana
 
Almoço de Natal para idosos e pensionistas de Aljustrel ++
 
Uma tonelada de azeitona apreendida em Baleizão ++
 
Projetos Volta de Apoio ao Emprego apresentados em Beja++
 
ACOS e Cebal finalistas de prémio do Crédito Agrícola++
 
castro Verde promove venda de natal com produtos a preços acessíveis++
 
Feira do Sótão e Artesanato em Serpa++
 
Trabalhadores da Somincor marcam terceira greve do ano++
 
Mértola aprova Plano Municipal Defesa da Floresta Contra Incêndios++
 
Conselho consultivo de Vidigueira++
 
Vidigueira promove atividades nas férias de Natal++
 
Ceia Solidária da Cruz Vermelha++
 
“Cantes de Natal do Alentejo” na Basílica de castro Verde++
 
 
 
 
 
Depois da morte
 
07-12-2017 10:46:36
  A     A     A  
 
Vítor Encarnação



Algumas pessoas ficam melhores pessoas depois de morrerem, basta-lhes expirarem para ganharem o céu, se há circunstância que os redime, os purifica e os isenta de culpa é a morte, há até qualidades absolutamente invisíveis em vida que se revelam ainda durante o velório, dizia o homem enquanto acendia um cigarro. Insondáveis são os desígnios da morte, o túmulo faz milagres de regeneração do passado, o óbito é uma esponja que limpa a memória, era tão boa pessoa, nunca fez mal a ninguém, Deus lhe tenha a alma em descanso, parece que só morre gente boa. Algumas pessoas ficam iguais depois de morrerem, mantêm-se pálidas, exangues, frias, não há da parte de ninguém uma lágrima, um elogio, uma palavra bonita, nada. Nem uma flor, nem família, nada. Amargos são os desígnios destas mortes anónimas, ocos de importância são estes mortos redundantes, ter morrido não lhes trouxe glória nenhuma. Algumas pessoas ficam ainda piores do que eram, estão mortos, pode-se-lhes dizer tudo, houve até quem lhes desejasse a morte, a morte veio e foi um favor que fez, gente velhaca não faz cá falta nenhuma. Algumas pessoas morrem e nós fazemos um luto coletivo e assim choramos a nossa própria dor. Demora um dia ou dois e depois passa. Quando eu morrer pouca gente dará por isso, pouco melhor serei do que o pouco que fui, dizia o homem enquanto apagava cigarro.
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com