quarta-feira
28 de Junho de 2017 - 14:54
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Os bombeiros têm uma força de elite: Canarinhos
 
Destaque
Ney: Festival Beja na Rua abriu ao ritmo do génio da metamorfose
 
AGENDA
Feira do Cante e tradições em Cuba
semana
 
Ocupação de tempos livres em Beja++
 
Encontrado corpo em Mértola++
 
“Heróis da água” já têm hino ++
 
ACOS promove formação para desempregados de longa duração ++
 
CDU apresenta Paulo Conde em Ferreira++
 
Aljustrel recebe candidatas a miss África Belgium ++
 
PS apresenta candidatos em Ourique ++
 
PCP, PS e PSD apoiam castro Verde como Reserva da Biosfera ++
 
PCP comemora centenário da Revolução de Outubro++
 
Alvito promove sessões gratuitas de hidroginástica++
 
Verão na Biblioteca Municipal de Mértola ++
 
Câmara de Beja promove ateliês de verão para crianças ++
 
 
 
 
 
Aljustrel suspende pagamento às Águas Públicas do Alentejo
 
16-06-2017 16:40:07
  A     A     A  
 

A ocorrência frequente de “problemas graves com o abastecimento de água ao concelho de Aljustrel”, serviço fornecido pela Águas Públicas do Alentejo, estão a deixar o município descontente. Através de um comunicado, a câmara dá conta de que os problemas são vários e sempre com prejuízo para a população: entre 23 a 31 de maio, período em que a Águas Públicas do Alentejo realizou a higienizações dos depósitos de água, “que se têm verificado carências graves ao nível do fornecimento de água, havendo, inclusive, algumas zonas que ficam frequentemente privadas de água em largos períodos do dia”. De acordo com a autarquia, “basta ocorrer uma rotura na conduta adutora ou uma avaria na estação elevatória de Rio de Moinhos para não haver abastecimento à população, visto que a Águas Públicas do Alentejo não está a conseguir manter os níveis dos depósitos”. Devido a este problema, a Câmara de Aljustrel avança mesmo para o incumprimento contratual por parte da empresa, com efeitos imediatos, “pelo que a autarquia deixará de proceder ao pagamento deste serviço até que as situações supracitadas sejam resolvidas de forma definitiva e o abastecimento de água às populações seja realizado de acordo com o contrato firmado entre a Agda e o município de Aljustrel”. A Lusa contactou a empresa, que “remeteu para mais tarde eventuais reações aos problemas denunciados e à acusação feita pela Câmara de Aljustrel”.
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com