terça-feira
17 de Outubro de 2017 - 10:28
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
O “ser alentejano” é qualquer coisa que a razão dificilmente explica
 
Destaque
Baixo Alentejo apresenta a menor esperança de vida em Portugal continental
 
AGENDA
Secular Feira de castro regressa no fim de semana
semana
 
BA11 abre portas à população++
 
EMAS promove reflexão sobre alterações climáticas++
 
Prevenir e combater o bullying em Aljustrel++
 
IPBeja recebe alunos provenientes de 13 países++
 
Morte no IC1 ++
 
Furto de animais em Moura++
 
Tentativa de homicídio em castro Verde++
 
Teatro para todos na Casa da Cultura++
 
Fundação Multifida em Mértola++
 
Museus Rurais do Sul em colóquio++
 
Piruka, Virgem Suta e DJ Cristian F Animam Ruralbeja++
 
António Zambujo nomeado para um Grammy Latino++
 
 
 
 
 
Barrancos protesta contra condicionamento da EN 386
 
16-06-2017 10:49:09
  A     A     A  
 

A Câmara Municipal de Barrancos aprovou por unanimidade, na passada quarta-feira, dia 14, uma moção de protesto pelo comportamento da empresa Infraestruturas de Portugal, que “entendeu condicionar o acesso a Barrancos, pela EN 386, sem que dos factos e fundamentos da decisão tivesse dado conhecimento prévio ao município”.
O problema prende-se com o condicionamento da ponte sobre o rio Ardila (estrada nacional 386), que liga Barrancos à Amareleja, desde o final de maio, altura em que foi proibida a passagem de viaturas pesadas com peso superior a 10 toneladas, sem que a autarquia tenha sido informada dos motivos de tal decisão. 
De acordo com a moção, “o condicionamento do trânsito nesta ponte rodoviária, praticamente a única de acesso à vila de Barrancos, está a causar um enorme prejuízo às empresas locais, com destaque para a Casa do Porco Preto (Barrancarnes), um dos principais exportadores nacionais”. 
O acesso ao matadouro de Reguengos de Monsaraz, bem como para os locais de escoamento do produto, terá de ser feito por Espanha, causando um aumento exponencial no número de quilómetros a percorrer. Este problema torna-se mais grave ainda quando a EN 258, que liga esta localidade a Safara, obriga ao atravessamento de uma outra ponte (Murtigão) que “apresenta um visível estado de degradação, sem qualquer intervenção significativa há dezenas de anos”. 


 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com