quarta-feira
26 de Julho de 2017 - 07:29
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
As alterações climáticas provocadas pelas atividades humanas estão a matar a floresta de sobro e de azinho
 
Destaque
Saíram do País rural para África para defender a nação. No regresso não traziam só saudades. Com eles vinha “uma coisa” que só descobriram muitos anos depois: stresse pós-traumático
 
AGENDA
Museu da Ruralidade celebra seis anos
semana
 
Alqueva adota medidas contra a seca ++
 
ACT promove seminário em Beja ++
 
Festa de Santa Maria na Amareleja ++
 
Sines recebe ação contra prospeção e exploração de petróleo e gás++
 
Morreu Guilhermino Ramos ++
 
Um morto em despiste em Aljustrel++
 
Obras na praça da República em Beja ++
 
União de freguesias de Moura e Santo Amador oferece livros de fichas++
 
Intervenção Precoce na Infância em Moura++
 
EMAS promove ações para os centros de atividades de tempos livres ++
 
Feira anual de setembro, em Moura, realiza-se entre os dias 8 e 10 ++
 
Aldeia de São Domingos recuperada ++
 
 
 
 
 
Risco “muito elevado” de incêndio no distrito de Beja
 
21-04-2017 10:45:01
  A     A     A  
 

Nove concelhos apresentam hoje risco “máximo” de incêndio e outros 32 estão com risco “muito elevado”, segundo o Instituto Português do Mar e da Atmosfera (IPMA). De acordo com o IPMA, estão em risco “máximo” de incêndio os concelhos de Arganil, Pampilhosa da Serra e Góis, no distrito de Coimbra, Oleiros (castelo Branco), castanheira de Pera e Pedrógão Grande (Leiria), Mação e Sardoal (Santarém) e Monchique (Faro). Já em risco “muito elevado” estão 32 concelhos dos distritos de Coimbra, Guarda, Leiria, castelo Branco, Portalegre, Santarém, Setúbal, Beja e Faro, no segundo dia do aviso à população emitido pela proteção civil por causa do perigo de incêndios, que vigora até sábado. O IPMA atribui ainda risco “elevado” de incêndio a mais de uma centena de outros municípios de norte a sul do país. O restante território de Portugal continental está em risco “moderado” ou “reduzido”. O cálculo é feito com base nos valores observados às 13 horas em cada dia relativamente à temperatura do ar, humidade relativa, velocidade do vento e quantidade de precipitação nas últimas 24 horas.
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com