quarta-feira
18 de Janeiro de 2017 - 11:55
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
“A Europa no seu devido lugar”
 
Destaque
Alerta vermelho na Secundária de Serpa
 
AGENDA
Orquestra Clássica do Sul em Concerto de Ano Novo
semana
 
Alqueva mostra-se em Paris ++
 
Executivo não divulga custo da RuralBeja, denuncia PS ++
 
Escola de Odemira volta a estar no pódio da reciclagem ++
 
Aprovada requalificação do Mercado Municipal de Serpa++
 
Moura assinala Semana do Idoso ++
 
Obras de Alqueva deixam estradas de Aljustrel em “estado calamitoso” ++
 
Lince ibérico Lítio regressa ao Vale do Guadiana ++
 
Encontros com a Dança em Mértola até novembro ++
 
Ordem dos Médicos de Beja debate A saúde e o interior” ++
 
Aljustrel prepara projeto “Cante à Mesa” ++
 
“Mar de Sines” vence prémio de “Melhor Filme Etnográfico” no Brasil++
 
Dia Europeu sem Carros em Aljustrel ++
 
“El País” e “Le Monde” rendidos a António Zambujo ++
 
Vinhos da costa alentejana envelhecidos no fundo do mar++
 
Documentário “Mar de Sines” mostra-se ao mundo ++
 
PS de castro acusa CDU de não querer baixar IRS no concelho++
 
Ana Moura atua em Sines no sábado++
 
José Cid e Marante nas festas de Beringel++
 
Associação alentejana Cultivamos Cultura representa Portugal na 1.ª Bienal de Design de Londres ++
 
Bejense António Vilhena será o único português em feira literária no Brasil++
 
 
 
 
 
 
09-12-2016 10:41:31
 

Beja, 1976. Acabadinho de sair do golpe militar e da revolução que se lhe seguiu, o País escreve, qual cândido aprendiz, a sua história em democracia. Diariamente, por tentativa e erro, numa luta de forças extremada, ou perto disso, entre os que querem, cada um à sua maneira, fazer aqui funcionar uma sociedade “socialista”, e os saudosos dos privilégios que o regime deposto lhes garantia no passado. Os “reacionários”, portanto, que este não é o tempo    ler  ++  
 
 
09-12-2016 10:40:15
 
A 2 de abril de 1976 a Assembleia Constituinte aprovava a Constituição da República Portuguesa. José Manuel da Costa Carreira Marques, pelo PCP, e Raquel Júdice de Oliveira Howell Franco, pelo PS, foram dois dos deputados eleitos pelo círculo de Beja que elaboraram e aprovaram o texto que consagrava, pela primeira vez, a expressão poder local. Volvidos 40 anos, relembram, em declarações ao “Diário do Alentejo”, alguns dos momentos mais marcantes do processo de feitura da    ler  ++  
 
 
09-12-2016 10:34:30
 

João Rocha, presidente da Comunidade Intermunicipal do Baixo Alentejo (Cimbal) e da Câmara Municipal de Beja, defende nesta entrevista exclusiva ao “DA” a reposição das freguesias, diz que as comunidades intermunicipais e as comissões de coordenação regional são “entidades impostas por cima” e espelham uma “falsa descentralização” do poder e acredita que o País seria outro se, ao longo dos últimos 40 anos, o Estado tivesse cumprido integralmente a Lei das Finanças Locais e implementado no    ler  ++  
 
 
09-12-2016 10:27:25
 
Tempo de dizer
presente!

Nelson Brito
Presidente da Câmara Municipal de Aljustrel

Em boa hora o “Diário do Alentejo” decidiu invocar uma das datas mais importantes da história da democracia no nosso país – as primeiras eleições autárquicas, realizadas a 12 de dezembro de 1976. Após o 25 de Abril, no Alentejo, estava praticamente tudo por fazer ao nível das infraestruturas básicas, água, esgotos, caminhos, energia e educação, daí a importância da eleição de um poder de proximidade que    ler  ++  
 
 
25-11-2016 14:33:24
 

São já 11 os animais vítimas de envenenamento, detetados na zona de castro Verde, denunciou hoje a Liga para a Proteção da Natureza (LPN), avaliando este “novo episódio de envenenamento massivo”, ocorrido em apenas uma semana, como o “maior identificado até agora” na Zona de Proteção Especial (ZPE) de castro Verde, e que inclui espécies tão ameaçadas como a águia-imperial-ibérica e o milhafre-real.

A organização ambiental lembra o “flagelo do uso ilegal de venenos” como algo que continua a atingir muitas regiões    ler  ++  
 
 
03-11-2016 15:47:57
 

A Base Aérea n.º11, em Beja, foi recentemente um dos palcos do exercício Lusitano 2016, através do qual, anualmente, o Estado-Maior-General das Forças Armadas e os seus três ramos treinam, em conjunto, a sua capacidade de resposta a cenários de crise, dentro e fora do País, nomeadamente em operações de evacuação de cidadãos portugueses não combatentes. Ao longo de uma semana, a unidade militar foi transformada num Centro de Controlo de Evacuados para acudir a residentes    ler  ++  
 
 
03-11-2016 15:46:45
 
 
 
02-11-2016 9:37:10
 
 
 
24-10-2016 9:55:17
 
 
 
18-10-2016 9:37:38
 
 
 
17-10-2016 10:55:22
 
 
 
13-10-2016 15:12:15
 
 
 
26-09-2016 10:19:14
 
 
 
16-09-2016 11:28:49