segunda-feira
20 de Fevereiro de 2017 - 15:25
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
“As mulheres têm de estar presentes na revolução tecnológica”
 
Destaque
Litoral luta contra prospeção de petróleo
 
AGENDA
Paulo Ribeiro apresenta novo álbum em Grândola
semana
 
Alqueva mostra-se em Paris ++
 
Executivo não divulga custo da RuralBeja, denuncia PS ++
 
Escola de Odemira volta a estar no pódio da reciclagem ++
 
Aprovada requalificação do Mercado Municipal de Serpa++
 
Moura assinala Semana do Idoso ++
 
Obras de Alqueva deixam estradas de Aljustrel em “estado calamitoso” ++
 
Lince ibérico Lítio regressa ao Vale do Guadiana ++
 
Encontros com a Dança em Mértola até novembro ++
 
Ordem dos Médicos de Beja debate A saúde e o interior” ++
 
Aljustrel prepara projeto “Cante à Mesa” ++
 
“Mar de Sines” vence prémio de “Melhor Filme Etnográfico” no Brasil++
 
Dia Europeu sem Carros em Aljustrel ++
 
“El País” e “Le Monde” rendidos a António Zambujo ++
 
Vinhos da costa alentejana envelhecidos no fundo do mar++
 
Documentário “Mar de Sines” mostra-se ao mundo ++
 
PS de castro acusa CDU de não querer baixar IRS no concelho++
 
Ana Moura atua em Sines no sábado++
 
José Cid e Marante nas festas de Beringel++
 
Associação alentejana Cultivamos Cultura representa Portugal na 1.ª Bienal de Design de Londres ++
 
Bejense António Vilhena será o único português em feira literária no Brasil++
 
 
 
 
 
Filatelia


A saudade e o humor


A saudade, palavra tão portuguesa que nem tradução tem em algumas línguas, não tem representação direta na filatelia, porém podemos encontrá-la em inúmeros poemas que foram musicados para serem cantados pelos 13 (e muitos mais) fadistas portugueses que foram filatelizados em 2011 e 2012.
Também podemos encontrá-la na emissão de 1979, de “Homenagem ao Emigrante Português” e que é bem “visível” no selo de 5$00 que nos mostra um emigrante, cabisbaixo, no cais da estação.
Vem isto a propósito da mudança da sede do “Diário de Notícias” na avenida da Liberdade em Lisboa e ao términus de uma página de humor no “Diário do Alentejo” (Beja).
No primeiro caso, foram vários os artigos e jornalistas que deram conta aos seus leitores da saudade que “já sentiam” por irem em breve deixar as instalações ao cimo da avenida, o que aconteceu a 18 de novembro, a pouco mais de um mês do seu 152.º aniversário.
O centenário da fundação do “Diário de Notícias” foi motivo, em 1964, de uma emissão de dois selos (1$00 e 5$00) que retratam o seu fundador Eduardo Coelho.
Nos seus mais de 150 anos de vida o jornal teve muitos diretores; um deles foi o prémio Nobel de Literatura José Saramago, que também se encontra representado na filatelia através da emissão de um bloco, com um selo de 200$00, que entrou em circulação em 15 de dezembro de 1998. Recorde-se que, para além do escritor nobilado, o bloco mostra-nos a capa de cinco de livros seus: Deste Mundo e do Outro, História do Cerco de Lisboa, Memorial do Convento, O Evangelho segundo Jesus Cristo e O Ano da morte de Ricardo Reis.
Este bloco já não se encontra à venda nos Correios, mas a Biblioteca José Saramago, em Beja, tem alguns exemplares que pode dispensar aos eventuais interessados. Aproveite e dê início a uma coleção sobre Literatura Portuguesa, pois há muitas centenas de exemplares sobre este tema, que ainda se encontram a preços módicos.
Humor: Por ocasião do 1.º Salão dos Humoristas, os Correios puseram em circulação, em 16 de outubro de 2012, uma série de quatro selos e uma folha miniatura com mais oito, que nos mostram 12 trabalhos de outros tantos humoristas portugueses.
Nos quatro selos estão representados Rafael Bordalo Pinheiro (no selo de 0,32); Stuart Carvalhais (0,47); Emmerico Nunes (0,68); e Almada Negreiros (0,80).
Os oito desenhos da folha miniatura são de Francisco Valença (selo de 0,32); Manuel Gustavo Bordalo Pinheiro (0,32); Jorge Barradas (0,47); Américo Amerelhe (0,47); Celso Hermínio (0,68); Canto da Maya (0,68); Cristiano Cruz (0,80); e Menezes Ferreira (0,80).
O humor, como é sobejamente conhecido, é uma arma que há que ter na devida conta, pois a sua utilização põe a nu problemas muitas vezes camuflados pelos responsáveis aos mais variados níveis e que os pretendem diminuir ou até mesmo ocultar. Pela observação atenta que faz à sociedade que o rodeia e com um texto divertido, mas acutilante, o humorista trata o mais sério assunto de uma forma divertida, chamando assim a atenção do leitor para o verdadeiro problema que pretende denunciar.    
Nos últimos meses demos conta da “saudade” manifestada por alguns dos jornalistas do “Diário de Notícias” e também dos elogios que ouvimos ao longo de cinco anos à página humorística “Não Confirmo Nem Desminto”, do “Diário do Alentejo”, cujo autor foi Ricardo Cataluna e cujo desaparecimento foi lamentado por muitos.

Geada de Sousa





 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com