sábado
23 de Setembro de 2017 - 15:27
Subscrever feed Add to Google Subscrever num leitor de feeds
 
Destaque
Emanuel Garcês: Vai muito para lá do dinheiro a luta dos enfermeiros
 
Destaque
Querer é poder
 
AGENDA
Mostra de Artes de Rua anima Sines até amanhã
 
 
Arte sai à rua em Castro Verde
 

A XXV edição do Festival Sete Sóis Sete Luas- Planície Mediterrânica, arranca hoje, sexta-feira, em Castro Verde, e promove até ao próximo dia 10, diversas iniciativas culturais. Entre concertos, bailes, animação de rua, exposições, oficinas de dança, artesanato e gastronomia, a vila de Castro Verde vai estar ao rubro neste fim de semana.
O festival conta com uma organização da Câmara Municipal de Castro Verde, Associação Sete Sóis Sete Luas e Associação Pédexumbo, em colaboração com as associações e coletividades do concelho. A Planície Mediterrânica é a secção local da rede do Festival Sete Sóis Sete Luas, que atualmente é constituída por 33 cidades de 13 países do Mediterrâneo e do mundo lusófono (Brasil, Cabo Verde, Croácia, Eslovénia, Espanha, França, Grécia, Israel, Itália, Marrocos, Portugal, Roménia e Tunísia) e “assenta num diálogo intercultural, na mobilidade dos artistas dos países da rede, na criação de formas originais de produção artística através da participação de criadores oriundos destes países”.
Nesta edição, as atividades voltam a centrar-se no coração de Castro Verde, entre a igreja dos Remédios e a Basílica Real, “utilizando a rua e os espaços públicos como palco, mantendo o conceito de público participante através duma oferta diversa de iniciativas, como concertos, bailes, oficinas de dança, de instrumentos e de cante, atividades para a família, entre muitas outras”.
De destacar a abertura de várias exposições, nomeadamente “Castro Verde Biosfera: Imagens e Cataventos da Biosfera”, “A Visita de Poe” (intervenção coletiva, na Toca da Lebre –Galeria Loja 30), “Paisagens Inquietantes” (exposição de  pintura de Luis Ibañez, na Casa Faleiro), “Em louvor das Mulheres “ (pintura de Zelito, na Junta de Freguesia) e ainda um laboratório de fotografia, a cargo de Ana Charrua (Casa Faleiro).
Paralelamente, nesta sexta-feira, pelas 19 e 30 horas, no salão nobre dos Paços do Concelho, será ainda apresentada a curta-metragem “Mi.san.tro.po”, de Guilherme Peleja, que depois ficará disponível durante o festival, na Casa Faleiro. Henrique Mello, Vítor Norte, Sónia Balacó, Alexandre Ferreira, entre outros, participam neste filme.
 
 
 
 
 
  • http://www.yakademia.com http://www.artblows.com http://www.sensepam.com/ http://www.footneuf.com/ http://www.bestsextv.com http://www.nyctrio.com/ http://www.sexboxvideo.com/ http://www.sibura.com